Conheça a técnica que os especialistas usam para indicar implantes dentários

Conheça a técnica que os especialistas usam para indicar implantes dentários

O tratamento de implante é indicado a todos os pacientes que se preocupam com a estética e/ou funcionalidade bucal. As próteses são muito parecidas com os dentes naturais, fazendo com que devolva a autoestima e valorize o sorriso do paciente.

Além de entregar novamente a função da mastigação, que muitas vezes fica prejudicada quando se tem a ausência de um ou mais dentes, ou até mesmo no uso de dentaduras, que podem trazer insegurança no dia a dia.

É importante dizer que a idade não é um fator determinante para a seleção do paciente, porém não é recomendado para menores de 16 anos, até que o crescimento e amadurecimento ósseo estejam completos.

Os pacientes com mais idade, são os mais favorecidos na implantodontia.

Quais as etapas do tratamento com implantes?

1 – Etapa de planejamento – Após correto diagnóstico clínico, realizamos scaneamento das arcadas dentárias e planejamos o caso individualmente, utilizando exames de imagem e recursos fotográficos.

Desta forma podemos prever e projetar a posição final dos dentes, entender como será o comportamento da sua mastigação e até como sua face ficará mais jovem quando o caso for finalizado, tudo isso para que você se sinta mais seguro e certo do que quer, antes mesmo de iniciar o tratamento.

2 – Etapa cirúrgica – Quando existe perda óssea, antes de instalar o pino é necessário fazer um enxerto, que pode ser feito com ossos do próprio paciente ou com material biológico, que não traz riscos de rejeição. Quando for necessário extrair os dentes problemáticos, em alguns casos esse procedimento poderá ser feito na mesma cirurgia para colocar os pinos de titânio.

Essa peça será parafusada no osso e, sobre o pino, é colocado um extensor onde a coroa da prótese será fixada. É importante dizer que a cirurgia de implante se trata de um procedimento bem simples, se comparado a uma extração dentária, pelo fato de o osso ter pouca inervação, apenas a gengiva pode ter alguma sensibilidade resolvida com medicação prévia prescrita pelo implantodontista.

3 – Etapa pós tratamento – Após o tratamento é recomendo ao paciente que faça um retorno periódico de 6 em 6 meses (pode variar de acordo com o caso) para limpeza e acompanhamento radiológico.

Siga-nos nas redes sociais:
Facebook
Instagram
Youtube


Pessoas que leram este artigo, leram também: