Dentista na Mooca

Horário das 8h as 18h

(Segunda à Sexta)

Fazer o canal do dente ou extrair

Fazer o canal do dente ou extrair? Qual a melhor solução?

Esse tipo de pergunta é comum se você tiver uma cárie profunda ou um dente quebrado. Embora vistos como duas prováveis opções de tratamento, o fator determinante para a escolha do procedimento é o grau de destruição da estrutura dental.

Tratar o canal do dente ou extrair são procedimentos muito diferentes com indicações bem descritas na literatura. Segue uma breve descrição de cada um desses procedimentos.

O que é um tratamento de canal do dente?

Também conhecida como endodontia, o tratamento de canal é um procedimento necessário em casos de inflamações causadas por cáries profundas, trauma e infiltração de bactérias.

No tratamento de Canal remove-se a parte danificada e contaminada do dente (chamada de polpa do dente), além dos processos de limpeza, desinfecção, restauração e selagem.

Após verificação do Raio X e estudo do caso, há aplicação de anestesia para a retirada da polpa que está danificada e a aplicação de outros materiais pertinentes.

A Gasparini Odontologia segue normas específicas de limpeza e segurança, garantindo tranquilidade e soluções eficazes no tratamento de canais.

O que é uma extração de dente?

Também conhecida como exodontia, a extração de dente é um procedimento cirúrgico para remover um dente. Qualquer um dos dentes (incisivo, canino, pré-molar ou molar) pode ser extraído. A extração pode ser necessária em decorrência de diversos problemas odontológicos.

Qual é a diferença entre canal do dente e extração?

Ao comparar os dois procedimentos, existe uma grande diferença entre eles: o tratamento de canal do dente tem como objetivo preservar o dente danificado enquanto uma extração o remove completamente. Seu dentista avaliará o grau de destruição do dente para determinar qual procedimento estará mais indicado a cada situação.

A extração do dente estará indicada quando boa parte da estrutura dental estiver comprometida. Quando apenas a parte interna do dente é comprometida e pode ser tratada com segurança, o tratamento de canal está indicado para remoção das bactérias presentes no interior do dente que podem levar a uma infecção e formação de abcesso dentário.

Por outro lado, quando existe uma grande destruição do dente com envolvimento da raiz é necessária a extração.

O que acontece quando um dente é extraído?

A falta de um ou mais dentes sem a sua reposição imediata pode levar a problemas na mastigação, fonética e perda de suporte labial. Além disso, devido ao espaço do dente ausente, os adjacentes podem deslizar para o espaço vazio, causando mais danos e cáries. Os alimentos podem ficar facilmente presos no espaço e causar a proliferação de bactérias que se infiltram nas gengivas.

A área onde o dente foi extraído está sujeita a perda óssea e pode levar à alteração da estrutura facial nessa área (bochechas com perda de suporte).

Depois que um dente é extraído, o ideal é que imediatamente seja substituído por um implante dentário, que é um cilindro (pino) de titânio colocado no interior do osso, abaixo da gengiva e que tem como objetivo substituir e fazer o mesmo papel da raiz do dente. Sobre o implante é instalado o novo dente, chamado coroa.

Fazer o canal do dente ou extrair? Qual a melhor solução? A única maneira de saber é por procurar ajuda profissional para um bom diagnóstico e plano de tratamento. Para obter mais informações sobre nossos procedimentos odontológicos, entre em contato com a Gasparini Odontologia e agende uma avaliação.

Outras dúvidas, nos contatem para mais informações.
Agende sua consulta via WhatsApp: (11) 97755-6501
Ligue para nós: (11) 2272-5449

Artigos Relacionados:

Agendar Consulta