Implantodontia

O que é um implante dentário

É um cilindro (pino) de titânio colocado no interior do osso, abaixo da gengiva e que tem como objetivo substituir e fazer o mesmo papel da raiz do dente. Sobre o implante é que o implantodontista coloca o novo dente, chamado coroa.

Indicações do implante dentário

É indicado em casos em que o paciente já perdeu o dente ou esse não tem condições de ser recuperado por meio de outros procedimentos (coroas, lentes de contato dental, entre outros) e precisa ser extraído.

Contraindicações

Para a realização do implante é necessário que o paciente apresente um bom estado geral de saúde. Quem tem diabetes, pressão alta ou alguma doença crônica, mas tem acompanhamento médico, faz uso de medicação regularmente, pode realizar esse procedimento.

Em casos mais graves, geralmente o dentista entra em contato ou solicita relatório das condições de saúde ao médico do paciente e unindo essas informações junto com os exames, avalia a melhor forma para que a colocação dos implantes dentários seja possível.

É apenas contraindicado para crianças e jovens que não tenham seu ciclo de crescimento ósseo finalizado, pois os implantes após a osseointegração não mudam mais de posição, não acompanhando o crescimento da face. Ou para pacientes que não tenha uma saúde estável, principalmente muito sensíveis a cirurgias.

Exames necessários para colocar um implante dentário

Para se colocar implantes dentários, o dentista precisa saber como está a situação do osso que está abaixo da gengiva e para isso é essencial uma radiografia panorâmica e uma tomografia computadorizada.

Também é solicitado exames complementares, para saber a situação de saúde do paciente, é importante sabermos se existe alguma alteração em taxas de glicose, infecção, entre outras.

Como um implante dentário é colocado

Após analise dos exames e clínicas, o dentista planeja a cirurgia. Durante a cirurgia, o paciente é anestesiado e é feita uma incisão com o bisturi, para ter visão da área óssea onde o pino será instalado. Depois ele é colocado e realiza-se as suturas para unir novamente a gengiva. E dependendo do caso e região da boca, o paciente usa uma prótese provisória. Para que esse procedimento possa ser realizado, o paciente precisa ter osso em boa quantidade de altura e largura e qualidade . De 3 a 4 meses depois desse processo, é realizada a reabertura e instalação da coroa definitiva.

Na fase inicial, pode não ocorrer a integração do implante com o osso. Nesses casos, o implante deve ser removido e o tratamento replanejado.

Cuidados após o implante dentário

É muito importante para bons resultados que pacientes que receberam implantes dentários tenham uma rotina diária de higiene bucal e visitas regulares ao dentista, principalmente pacientes que perderam seus dentes por doenças periodontais precisam fazer sempre o controle preventivo para evitar a perda do implante.

Acesse a página DICAS para outras dúvidas e curiosidades.

PARA INFORMAÇÕES MAIS ESPECÍFICAS PARA O SEU CASO, ENTRE EM CONTATO CONOSCO

Agende sua consulta via WhatsApp: (11) 97755-6501
Ligue para nós: (11) 2272-5449